Culinária Sattvica

Atualizado: 20 de out. de 2020

Não é segredo pra ninguém do quanto eu sou apaixonado pela Índia. A música, arquitetura, artes plásticas e visuais em geral, culinária, yoga, a espiritualidade e o vasto conhecimento ancestral sempre me fascinaram.


Dentre essa imensidão de áreas do conhecimento, o Ayurveda tem influenciado de forma significativa minha jornada na gastronomia. Um caminho sem fim de estudos, testes, descobertas e, claro, muita satisfação.



Se você está chegando neste universo agora e nunca ouviu falar em nenhuma terminologia sânscrita, não se preocupe, aos poucos irá se familiarizar. Vamos decifrar alguns conceitos para chegarmos à Culinária Sattvica.


Ayurveda, de maneira bem superficial, significa o conhecimento da vida.


Ayus (vida), significa a combinação do corpo, dos órgãos dos sentidos, da mente e do espírito. O corpo, constituído pelos cinco elementos básicos (éter, ar, fogo, água e terra), é considerado como uma residência aos prazeres e sofrimentos do espírito. Os órgãos do sentidos são os olhos, boca, ouvido, etc; o sattva a mente e o espírito é o portador do conhecimento.


Veda vem da raiz Vid = conhecer.


Então...


"Aquela (ciência) é designada como Ayurveda, onde as vantagens e desvantagens, assim como (os estados de) felicidade e infelicidade, juntamente com o que é bom ou mal para a vida, suas dimensões e a vida em si são descritas"

(Agnivesa- Charaka Samhita - cap. 1 vers. 41)


A palavra sânscrita "Guna" é compreendida pelo Ayurveda e por outras linhas clássicas do pensamento e filosofia, como qualidade. As três qualidades (Sattva Guna - modalidade da bondade; Raja Guna- modalidade da paixão; Tama Guna- modalidade da ignorância), constituem a natureza material (Prakriti). Essas três modalidades são responsáveis por influenciar, não só no universo físico, mas também nos padrões de pensamento e personalidade de cada indivíduo em seu dia-a-dia.


Assim como o Charaka Samhita (texto clássico do Ayurveda) citado acima, temos o Bhagavad Gita, outra grande referência, que explica muito bem essas modalidades da natureza material em eu décimo quarto capítulo.

"A natureza material consiste em três modos — bondade, paixão e ignorância. Ao entrar em contato com a natureza, ó Arjuna de braços poderosos, a entidade viva eterna é condicionada por esses modos."

(Bhagavad Gita - 14.5)

SATTVA

O modo da bondade, sendo o mais próximo da pureza, ilumina e outorga uma sensação de felicidade e conhecimento à todos que nele se situam. Algumas práticas, se cultivadas, podem nos aproximar de Sattva Guna. Como exemplo, a espiritualidade, o contato com a natureza, a prática de yoga, meditação, mantras, viver em harmonia, alimentos e em geral um estilo de vida Sattvico. Permitindo a vivência de paz, com a mente firme e impenetrável.


Algumas características das pessoas que se influenciam por essa modalidade:

  • Sobriedade;

  • Equilíbrio;

  • Clareza;

  • Integridade;

  • Capacidade do perdão;

  • Ausência de paixão, de raiva ou ciúme;

  • Calma;

  • Cuidam de si e de seus corpos;

  • Atenciosos;

  • Controle dos sentidos;

RAJAS

O modo da paixão nasce de desejos e anseios ilimitados, por isso a entidade viva está presa às ações fruitivas materiais. Diferente de Sattva, a pessoa que se situa em Rajas não encontra tranquilidade e paz. Se, em equilíbrio com Sattva, Raja Guna pode ter um aspecto positivo, promovendo atividades criativas e construtivas, gerando energia para que as ideias sejam concretizadas.


Algumas características das pessoas que se influenciam por Rajas:

  • Agitação e atividades excessivas;

  • Busca por prazer e gratificação dos sentidos;

  • Egoismo;

  • Gera emoções desequilibradas;

  • Leva a conflitos e falta de paciência;

  • Desejo por poder e bens materiais;

  • Pensamentos perturbados;

  • Raiva;

  • Ego;

  • Ganância;

  • Luxúria;

  • Inveja;

  • Distração ou turbulência da mente.

TAMAS

Nascido da ignorância, Tama Guna influencia as entidades vivas à ilusão. Os resultados desse modo são a loucura, a indolência, o sono e a incapacidade de compreender a verdadeira essência das coisas.


Algumas características das pessoas que se influenciam por Tamas:


  • Tristeza;

  • Letargia;

  • Torpor;

  • Medo;

  • Ignorância;

  • Obstinação;

  • Desespero forte e profundo;

  • Tendências suicidas;

  • Violência;

  • Escuridão;

  • Desamparo;

  • Confusão;

  • Resistência;

  • Inércia;

Agora que temos esses conceitos mais claros, podemos perceber que os Gunas, além de fazer parte da essência dos indivíduos estão presentes nos alimentos. Ao compreender as características e efeitos desses alimentos em nosso corpo e optar por boas escolhas podemos atingir o equilíbrio desejado.


O Ayurveda considera vários fatores na escolha de uma dieta. Seja para prevenção ou tratamento de alguma doença, cada pessoa é vista separadamente. A escolha dos alimentos tem que ser coerente e de acordo com suas características, estágio de vida, capacidade digestiva, ocupação, constituição individual e avaliando o que está em desequilíbrio. Não só quais alimentos usados importa, mas também a quantidade, qualidade, combinações e modo de preparo.


Os alimentos podem ser considerados, Sáttvicos, Rajásicos ou Tamásicos dependendo do efeito sutil que causam em nosso corpo. Gostaria de deixar claro, que o Ayurveda é uma ciência ancestral e utiliza em alguns tratamentos ingredientes de origem animal, como a manteiga clarificada por exemplo, mais conhecida como Ghee. Antigamente, na Índia, os métodos de produção desses ingredientes eram naturais respeitando o bem estar dos animais, muito diferente dos métodos de produção industrial de grande escala que vemos hoje. Portanto, não faço uso de nenhum ingrediente de origem animal em minhas preparações.

 

Alimentos Sattvicos :


A principal característica dos alimentos Sattvicos é que eles nos dão energia vital. São considerados leves, puros, frescos, de fácil digestão, de sabor suave e adocicado. São alimentos formadores dos tecidos, promovem resistência física, saúde equilibrada e longevidade. Estabilizam a mente, elevam a consciência e a espiritualidade.


– a maioria das frutas e vegetais frescos; – leguminosas;

– grãos (recém preparados); – alimentos adocicados; – nozes, castanhas e sementes; – óleos prensados a frio;

Alimentos Rajásicos :


Já os alimentos Rajásicos têm a capacidade de alterar nosso estado natural. Energeticamente, aumentam o fogo, a criatividade, a agressão e a paixão. De modo geral, são excitantes e estimulantes do sistema nervoso. São indicados para casos em que o indivíduo se encontra em um estado letárgico, inerte ou esgotado, pois o esgotamento também pode provocar a letargia.

– a maioria dos alimentos fermentados; – alho e cebola; – todos os tipos de pimenta; – amendoim; – azeitonas verdes e pretas com sal; – café, chá-mate, chá preto, chá verde;


Alimentos Tamásicos :

Os alimentos Tamásicos, tiram nossa energia vital. Caracterizam-se, de modo geral, como pesados, de difícil digestão e fermentados. Deprimem, induzem à inércia, impulsividade, emoções inferiores, e provocam, ainda, o desequilíbrio, doenças e morte.

– carnes vermelhas; – carnes processadas; – queijos fermentados e de odor forte; – pimentas e temperos muito fortes; – bebidas alcoólicas em geral; – alimentos cozidos há mais de 24 horas;

– Industrializados e processados;

– Cogumelos

– Realçadores de sabor, corantes, conservantes e químicos em geral.

O modo de preparo também pode atribuir um efeito sutil tamásico ao alimento, como, por exemplo, frituras, conservas, preparados em microondas, tóxicos em geral, fast food, comidas requentadas. Essa classe de alimentos geram o efeito oposto dos alimentos Sattvicos. Ao invés de nos fornecer Prana (energia vital), eles nos fazem perder tal energia para digerir e eliminar aquilo que é indesejável para o nosso organismo.


Então, a "Culinária Sattvica" adota todos esses conceitos e ensinamentos para escolher os alimentos, o modo de preparo mais adequado, quais combinações e quantidades são ideais para promover o bem estar do indivíduo de acordo com sua necessidade, seja em nível de prevenção, manutenção ou tratamento de algum desequilíbrio. Para tratamentos e escolha de dietas é aconselhável a consulta de um terapeuta ayurvédico para melhor avaliação.


O estilo de vida Sattvico é praticado por yogis, adeptos da meditação, monges, e qualquer pessoa que deseja obter os benefícios dessa prática está convidada a experimentar. É a melhor dieta para o vigor físico, mente equilibrada, boa saúde, e longevidade. E claro, não só a alimentação é importante para uma boa saúde, mas também uma rotina equilibrada. Por exemplo, o sono, a recreação, o trabalho, atividades físicas, nada demais e nada de menos, os desequilíbrios sempre são causados pela falta ou excesso de algo. Na sociedade moderna capitalista parece impossível manter um estilo de vida assim, mas na realidade tudo depende de quais são nossas prioridades, objetivos e de muita dedicação para fazer as adaptações necessárias e mudar nossos hábitos.


Espero que este texto tenha sido útil de alguma maneira. Deixem seus comentários e sugestões para irmos juntos desenhando o conteúdo.

Haaa, e se precisarem de alguma ajuda, estou à disposição.


fontes:

- Agnivesa, CHARAKA SAMHITA - VOL. 1

-BHAGAVAD GITA - CAP. 14


Um grande abraço.





36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo